Páginas

domingo, 15 de junho de 2008

Carta aberta para Victor Pires Franco Neto

Este era o nome que deveria constar nos comentários que você comete nos blogs, se tivesse a coragem de assiná-los.

Nos últimos dias você vem escrevendo nos espaços destinados aos comentários dos blogs, leviandades envolvendo a mim e o Prefeito Dulciomar Costa, como as que você tentou postar uns dias atrás aqui e postou no Quinta Emenda e nos comentários do post anterior a este.

Tudo numa tentativa, bem ao seu estilo e em proveito próprio, de tentar prejudicar a campanha do prefeito Dulciomar.


Quando é que você vai apreender a fazer uma campanha sem baixarias, sem canalhices, sem mentiras, Vic?

Desde que o prefeito Dulciomar assumiu a Prefeitura de Belém, nunca tive nenhum tipo de reunião com ele para tratar de qualquer assunto. Nunca houve uma negociação com o atual prefeito sobre a ação que a minha produtora ganhou da Prefeitura. Nunca sequer falamos sobre as próximas eleições. E sobre a campanha eleitoral, apresentei um orçamento para a agência que fará a campanha dele e sequer iniciamos as negociações ainda. Você sabe muito bem qual a produtora que fará a campanha do Dulciomar, assim como sei que você está negociando com a 3D para a produção dos Democratas. O resto, Vic é pura leviandade sua.

Reuni com o advogado Sabato Rossetti para pedir uma orientação sobre o processo que ganhei da Prefeitura. Ele afirmou que o Dulciomar estaria interessado no trabalho dele na campanha. E que cobraria 200 mil reais pelo trabalho. Disse que costuma amealhar um apartamento por campanha e que essa seria a hora de faturar. Disse ainda que estava em negociações com os Democratas e só não havia fechado porque ao invés de dinheiro vocês teriam oferecido a ele uma secretaria. O próprio advogado desestimulou qualquer tentativa de acordo alegando que a prefeitura deixaria esgotar todos os recursos judiciais para poder pagar a dívida. Nunca houve a tal reunião com o prefeito. Nunca houve sequer uma tentativa de negociação. E se o Sabato lhe disse que houve, ele é tão leviano quanto você.

Desafio você ou o Sabato a colocar na internet a tal gravação de 72 segundos (pra variar múltiplo de 24 e multiplicado por 3, ainda por cima). Desafio vocês dois a trazerem a tal gravação a público, sob pena de confirmar o que muita gente pensa de você: um fanfarrão venal, covarde e mentiroso.

Se você quer atingir o prefeito Dulciomar use outra pessoa. Não seja canalha, Vic! Eu não lhe devo nada e embora não possua impunidade parlamentar, não tenho medo de você. Você não passa de um arrogante covarde! E bem que você e o seu advogado falastrão mereciam que viesse a público a pressão para nomeação de funcionários fantasmas na Prefeitura, em 92, o romance Fáridas & Marizas e outros fatos escabrosos que mostrariam o tipo de gente que vocês são.

Quanto a gravação da sua truculência reafirmando quem realmente manda em quem, fique tranqüilo. Ela está em local seguro. Está protegida pela ética. Jamais utilizei, utilizo ou utilizarei uma gravação de campanha eleitoral em proveito próprio ou de terceiros. Até porque, Vic, sou um profissional e gosto da Valéria. Ela é uma boa pessoa. É bem intencionada. É uma pessoa do bem e não merece este desgaste. Ela é em tudo infinitamente melhor do que você.

Se dê respeito, Vic! Você é um deputado federal ou pelo menos muita gente pensa que você é. Vá trabalhar. Vá fazer alguma coisa nobre em favor das pessoas que lhe elegeram, em favor do Pará, em favor do Brasil, ao invés de ficar fofocando e enlameando as pessoas na internet.


Walter Jr

Desculpe, leitor do Caneta por envolve-lo nesta baixaria.
Mas não costumo mandar flores para crápulas.



11 comentários:

Anônimo disse...

Egua,
Nunca vi descrição de carater tão perfeita.
Parabéns!

Anônimo disse...

É verdade Waltinho! Esse deputado vagabundo não tem o que fazer, gosta de jogar pedra no telhado dos outros, mas esquece que o dele é de vidro. Parabéns.
bjos. S

Anônimo disse...

PQP...Show de bola, o Rei "fanfarrão" está nu!

Anônimo disse...

Lamento que você tenha que pagar esse mico pra finalmente enxergar quem é o seu “amigo”. Imagina se ele não fosse o seu admirador....

Anônimo disse...

Quem é Faridas? Quem é Marizas ?
Fala sobre o romance, Walter, fala,

Anônimo disse...

24 x 3? Que ato falho ou seria ato falo? Há,há, há A mascara da Lulu caiu há,há.ha

Anônimo disse...

Meu amigo Waltinho:
Quero te parabenizar pelo escrito, um desabafo acima de qualquer suspeita, pois bem sei quem és.
Agora, uma pergunta: porque perdestes tanto tempo em tua vida ao lado desta figura pernóstica? Entre ele e a Valéria a distância é grande, mas os dois se merecem. Coitada, ela já padeceu muito, principalmente quando descobriu o "outro lado" do seu marido, aquele que os GLS tanto conhecem. E porque ficou com ele? Porque teve que ser agredida dentro de uma produtora pelo distribuidor de bombons de cupuaçú da Câmara? Ela teve uma grande chance de largá-lo, literalmente, quando conheceu um grande empresário que se apaixonou por ela, mas preferiu a família, que tanto defendeu e defende. Quero crer que entre os dois não existe mais qualquer relação, inclusive aquela, mas a Valéria segura o pepino em função das eleições que se aproximam. Espera p'ra ver o pé na bunda que ele vai levar se ela vencer. Espera e verás.
Minha solidariedade a ti e todos os teus funcionários, que sempre trabalharam dignamente pela honra da produtora.
Um pergunta que nãoi quer calar: quando passastes aqueles momentos difícies na tua doença, esse canalha do Vic Vaporube, pelo menos ligou para tí?
Sabe daquele ditado: diz-me com quem andas e te direi quem és? Então te afasta deste crápula, metido a honesto e pederasta de nascimento.
Espero que ele nunca atravesse na minha frente, pois depois do que ele fez com meu pai, só me resta mandá-lo para o inferno.

Alcilene Cavalcante disse...

O negócio está quente por aí...

Walter Jr disse...

Pois, Lene. Aqui também tem campanha suja. E por aí como vão as coisas?

Anônimo disse...

Tudo o que foi dito aqui do deputado Vic Vapor(ube) é verdade. Como é possível que um sujeito tão arrogante e despreparado seja um deputado federal? Culpa do Hélio Gueiros que o lançou e depois levou um pé na bunda do ingrato. Agora mesmo aqui na Câmara foi dele a idéia genial de chamar a ministra Dilma de mentirosa, usando uma entrevista dela de alguns anos atrás, falando sobre os interrogatórios embaixo de tortura.
O microcéfalo do Agripino Maia achou a idéia boa, recebeu do dep. Vic Vapor(ube) uma cópia da reportagem, quis usa-la para enquadrar a ministra e... se estrepou! O senador potiguar nem escuta mais o dep. Vapor(ube) nas reuniões da Executiva democrata.
Abre o olho Valéria, se vc. está com ele por causa das eleições, vc. só perde votos com este sujeito ao seu lado.

Anônimo disse...

Walter Jr.:
Eu lhe conheci ainda no Governo Hélio Gueiros, sempre achei você uma pessoa séria e competente.
Mas que compahias você arrumou, Sábato Giovanni Megale Rosseti e Victor Pires Franco Neto!
Pensou que estava lidando com pessoas sérias e na verdade eram dois moleques, sem caráter!
Boa sorte amigo, que seu caminho seja sempre iluminado!