Páginas

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Barrigada

Um incêndio na Zona Sul de São Paulo colocou a imprensa da capital em uma situação delicada. Na tarde desta terça-feira (20), por volta das 17h20, sites como Terra, UOL, Folha Online, Estadão e iG noticiaram a queda de um avião da Pantanal Linhas Aéreas em cima de um prédio no bairro do Campo Belo.

Todos os portais publicaram manchetes sobre o possível acidente, alguns, inclusive, com a confirmação da Infraero, empresa responsável pelo sistema aeroviário do Brasil.


Manchete da homepage do UOL noticiando a queda.

De acordo com o portal, as informações eram da Globo News. "Segundo a TV, o acidente aconteceu no bairro de Campo Belo. O avião teria caído em um prédio residencial e provocado um incêndio. A Infraero ainda não confirma a informação", dizia a nota do UOL, que saiu do ar instantes depois para dar lugar à manchete "Líderes governistas selam acordo para volta da CPMF".

Na verdade, o incêndio atingiu uma loja de colchões, sem a presença do suposto avião. Dez carros do Corpo de Bombeiros foram ao local para tentar controlar o fogo e, segundo a Polícia Militar, não há notícias sobre mortos ou feridos. Já o Terra noticiava "Avião cai em prédio na região sul de São Paulo" e "Infraero não confirma queda de avião", ambas pautadas também pelas informações da Globo News.

.

Terra repercutiu suposta queda de avião

Procurada pelo Portal IMPRENSA, a assessoria da Infraero afirmou que "em nenhum momento, confirmou a queda de um avião". "Não tínhamos nenhuma informação sobre problemas com aeronaves, de maneira nenhuma". A assessoria declara ainda que a Pantanal também não havia confirmado a queda do avião e, portanto, "nada disso saiu da gente", finaliza. .
. Portal Imprensa com a informação correta



Matéria do IG noticiando a queda do avião da Pantanal

Segundo a Central Globo de Comunicação informou ao Portal IMPRENSA, as imagens foram mostradas assim que captadas e, ao mesmo tempo, a informação era apurada. "A Globo News, como um canal de noticias 24 horas, pôs no ar imagens do fogo assim que as captou. Como é normal em canais de notícias, apurou as informações simultaneamente à transmissão das imagens. A primeira informação sobre a causa do incêndio recebida pela Globo News foi a de que um avião teria se chocado com um prédio na região do Campo Belo, Zona Sul de São Paulo. Naquele momento bombeiros e Infraero ainda não tinham informação sobre o ocorrido", diz em nota.

.

Imagem do incêndio


Ainda de acordo com o comunicado, a própria equipe de Jornalismo da emissora apurou não se tratar da queda de um avião, mas de um incêndio. "As equipes da própria Globo News constataram que não havia ocorrido queda de avião e desde então esclareceu que se tratava de um incêndio em um prédio comercial. Poucos minutos depois, o Corpo de Bombeiros confirmou tratar-se de um incêndio em uma loja de colchões".

A Central Globo de Comunicação esclarece que, ainda, que embora a Globo News tenha publicado esta primeira informação, a TV Globo não fez qualquer menção ao possível acidente aéreo. "A TV Globo, nenhum momento, referiu-se a acidente de avião", finaliza a nota.

O engano ainda permanecia em vídeo no site do canal por assinatura, ainda que a informação já estivesse desmentida. Minutos depois, o ele foi retirado.

Independentemente da justificativa da emissora, fato é que os veículos de internet, na busca pelo furo - tal qual a Globonews - não tiveram o cuidado de checar a informação antes de levá-la a público. É a mídia que pauta a mídia, rendida ao erro.



5 comentários:

Cris Moreno disse...

Aleluia vc voltou! Graças! Amém!

Beijos.

Anônimo disse...

Ah que bom vê voce de volta!!

Walter Jr disse...

Cris e anônimo este blog está para mim como a CPMF está para alguns membro da base aliada. Não vivo sem ele rsrsrs

mari - pedra de alquimia disse...

Walter,

Segundo consta, hoje é o Dia do Abraço e deixo um enorme e saudoso abraço pra você, seu Sumido, rsrsrs...

Bjs

Walter Jr disse...

Um abração bem demorado pra vc. Vou virar aparecido agora. rsrsrs