Páginas

terça-feira, 29 de maio de 2007

Operação Navalha

PF afasta delegados a pedido do STJ
Publicada em 29/05/2007 às 19h50m
Jailton de Carvalho e Carolina Brígido - O Globo; Agência Brasil;
O Globo Online

BRASÍLIA - A Polícia Federal confirmou agora a noite, o afastamento do delegado Zulmar Pimentel, da diretoria-executiva da PF, e do delegado Cesar Nunes, da Superintendência da instituição na Bahia, a pedido da ministra Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), responsável pelo inquérito da
Operação Navalha . O delegado Paulo Bezerra não será afastado, como também pediu a ministra, porque está cedido ao governo da Bahia, onde exerce o cargo de secretário de Segurança. No lugar de Zulmar Pimentel, assume interinamente o delegado Getúlio Bezerra. Na Bahia, o delegado Joílson Ribeiro Alves substituirá César Nunes.

Zulmar Pimentel é considerado o segundo homem mais forte da instituição, atrás somente do diretor-geral, Paulo Lacerda. Ele foi citado, ao lado de Cesar Nunes e Paulo Bezerra, num relatório elaborado pela Contra-Inteligência, setor encarregado de investigar crimes e transgressões cometidos por policiais. Pimentel é acusado de vazar informações sigilosas e, com isso, prejudicar investigações sobre o suposto envolvimento de outros delegados com fraudes em licitações e outros crimes. O ex-superintendente da PF em Sergipe, Rubem Patury também foi citado no relatório.

Na segunda-feira, a ministra Eliana Calmon decidiu intimar para depor na quarta-feira o ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau; os governadores Jackson Lago (PDT), do Maranhão, e Teotônio Vilela Filho (PSBD), de Alagoas; o deputado distrital Pedro Passos (PMDB-DF); e o procurador-geral do Maranhão, Ulisses César Martins de Sousa.




2 comentários:

Anônimo disse...

Será que foi isso que causou o mau súbito do ACM, ontem no congresso?

Walter Jr disse...

Pode ter sido o envolvimento do Neto na lista dos mimos... O ACM não tem mais idades para essas "emoções"...