Páginas

sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

Urucubaca

A sorte tem sido madrasta com Luis Melo.
Esta semana ele teve que admitir que inventou e publicou noticias mentirosas sobre adversários políticos. Assinou a retratação no tribunal e terá que publica-la neste domingo na primeira página do seu, digamos, jornal.






La decadence

A pesquisa realizada pela União dos Estudantes dos Cursos Secundaristas do Amapá (UECSA) foi um desastre para o Melo, como os mais íntimos o chamam.
No quesito apresentador de programa jornalístico, o homem do bordão "ele que sou eu" perdeu feio para Carlos Lobato (42,3%) e quase perde também para Germana Duarte (23,1), que ficou em terceiro. Melo obteve 24,1, quase a metade do Lobato.
Pior que isso só o Roberto, que embora tenha gato no nome, conseguiu apenas um percentual de rato (1,1%).

A queda
Na escolha do melhor programa jornalístico de rádio, mais uma surra.
Melo perdeu para a Tribuna da Cidade, do Carlos Lobato (39%). E de novo quase fica em terceiro: teve 21,7% e o Ensaio Geral, 20,1%.

O coice
Na escolha do melhor jornal impresso, outro vexame.
O Diário do Amapá, ficou em terceiro com apenas 20 por cento.
Em primeiro ficou o Jornal do Dia (38%), seguido da Gazeta (33%).
Os premios serão entregues no dia 29 deste mes na Choperia da Lagoa.
Luis Melo já confirmou a ausência.

Em tempo: Luis Melo é um dos donos do jornal Diário do Amapá e da rádio 102,9, a Antena Um FM.
Faz propaganda política em formato jornalístico.
.

Um comentário:

Juvencio de Arruda disse...

Ahahah...a sequencia mella...rs
Deve ser O IVCezal de lá, hein?
Blogaço!