Páginas

quinta-feira, 10 de maio de 2007

Valeu o ingresso!


Foi uma viagem rápida.
Chegamos ao Rio de Janeiro, no sábado a tarde.
Deixamos as malas no hotel e fomos passear no calçadão de Copacabana. Nada lembra a violência dos noticiários. O Rio continua lindo, alegre, cordial e muito, muito simpático.
À noite fomos a uma sessão extra do Homem Aranha III no Roxy. Lembrei-me da adolescência. O Roxy e o Odeon eram os meus cinemas prediletos e quase todas as tardes eu e uma turma do colégio iamos vadiar por lá.


.
Antes do jogo

No dia seguinte saimos para um reconhecimento, mas ficamos em Copacabana, onde morei na década de 70 no mesmo prédio do cantor e compositor Nilson Chaves. Ele no inicio da carreira e eu tentando vestibular para engenharia Civil. Lembrei do futebol de areia, do voli das cinco da tarde, da porrinha paga-chope no boteco da esquina e do mate gelado da praia.

Novas recordações apareceram no almoço com o Ernâni Motta.
Fomos buscar desde a época da rádio Educadora e até as eleições do ano passado. O tempo voou. O almoço foi um sopro. Corri para o hotel, onde duas vans nos aguardavam cheias de turistas torcedores pra nos levar ao Maracanã, uma festa!

.

Walterfoguense e a torcida do Fogão

Surgiram outras recordações e novas emoções. Quando eu morava no Rio ia pelo menos duas vezes por semana ao estadio. ,

.

Botafogo 2 x 1 Flamengo


Vi um monte de cracaços jogarem lá: Pelé, Gerson, Jarzinho, Rivelino, Tostão, Doval, Marinho Chagas, Carlos Alberto Torres, Romário, Zico, Roberto Dinamite, Reinaldo, Nelinho… Vi até uma partida do Garrincha jogando pelo Olaria contra o fluminense… Vi também o Leivinha marcar o milésimo gol da seleção brasileira e o Botafogo dar de 6 a 0 no Flamengo no dia do aniversário do rubro negro.
É incrivel, mas tive a sensação que as vozes do Jorge Cury, Waldir Amaral e José Carlos Araújo, os melhores narradores de futebol que conheci, ainda ecoam no estádio.
- Jogou para o tumulto, cabeceou, entrou...
- Gooooooooooooolaço, aço, aço, aço, aço...
- Tem peixe na rede do ...
.

.

Solange, campeã carioca


O Botafogo não foi campeão. Não me importei. As emoções que senti no Maracanã valeram o ingresso e toda a viagem.

.

2 comentários:

Luciana Capiberibe disse...

Oi Walter, pelas fotos parece que você está conseguindo vencer a guerra contra a balança, que bom! Assisti ao jogo lá em casa, onde fizemos um churrasco para o Capi, pois foi aniversário dele. Para minha alegria e tristeza de muitos convidados, o Flamengo foi campeão. Fica para a próxima amigão...

Walter Jr disse...

Roubaram o Botafogo! Pensei até que o juiz da partida fosse o ...(olha o processo!)...rsrsrs
To andando na praça. Agora vou entrar numa academia. Preciso perder ainda uns 10 quilos, não para ficar dentro de um figurino fashion, mas nas medidas da minha exigente (bote exigente nisso) médica.
Estou planejando uma ida à Macapá dentro de duas semanas. Eu te aviso pra gente atualizar os papos.
Um grande beijo.