Páginas

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Assédio salarial

Um escândalo pode estourar a qualquer momento na Assembléia Legislativa do Pará.
Uma funcionária de uma deputada foi pressionada a assinar uma procuração cedendo grande parte de seus vencimentos em favor da patroa. Não concordou. Sofreu ameaça. Reagiu. Foi demitida. Agora ameaça processar o assessor que fez a proposta e a própria parlamentar por assédio moral. Ou seria imoral?
No gabinete da nobre deputada a prática é rotina.


.


2 comentários:

ranolfo disse...

Esta prática já foi denunciada na capital dos EMERGENTES,mas como este torrão tambem pertence a nação do faz de conta;nada aconteceu.Como hoje é o dia mundial da liberdade de expressão,fica registrada a minha indignação,mas agora seu BLOG ganha um aliado para lhe mandar as mais quentinhas do dia,um abraço.

Walter Jr disse...

Fala Ranolfo! Capital dos EMERGENTES! kkkkkkkkkkkkkkkk!!!!
Vou esperar com luvaS de amianto... VÁ MANDANDO!
Tome lá um abraço!